Caderneta de Cromos oficial Vilaverdense FC
O Vilaverdense Futebol Clube dando continuidade ao desenvolvimento do seu projecto “Vila” decidiu para esta edição a publicação do Anuário – Caderneta de Cromos. É um registo bastante interessante dos seus elementos que compõe o elenco da época desportiva 2018/19, ampliando talentos e marcando História. O clube tem actualmente nos seus quadros cerca de 310 atletas, nos mais diversos escalões, dos 4 aos 39 anos. É um motivo de orgulho e consequentemente de responsabilidade acrescida num processo que tem evoluído desde 2015 até ao presente ano de 2019. Este percurso, muitas vezes difícil e com muitas adversidades diárias, só transposto pela vontade e disponibilidade de pessoas compenetradas neste clube, e por empresas públicas e privadas com grande carácter social. Só assim, tem sido possível manter a actividade que tanto nos orgulha, “jogar futebol” e representar com a maior dignidade o Vilaverdense Futebol Clube. Enquanto Diretor da Entidade Formadora, sinto orgulho em todos aqueles que ajudam a desenvolver esta actividade com dinâmica evolutiva e educação psico-motora para todos aqueles que nos procuram. Promovemos um processo orientado, com uma estrutura que permite o crescimento e maturação dos nossos jogadores. Conforme refere Constantino (2002)”o trabalho de formação desportiva não é somente uma tarefa concentrada na aprendizagem de habilidades técnicas de uma modalidade, mas também nas condições físico-desportivas que permitem ao jovem, na idade adulta, “a expressão máxima de rendimento no domínio dessas técnicas”. Na minha opinião, a expressão máxima da formação enquadra-se na interligação do saber, saber-fazer e do saber-estar. Para nós, o processo de formação deve contribuir para uma formação global da pessoa, através de actividades físicas e desportivas que sejam favoráveis ao desenvolvimento das suas capacidades e qualidades físicas, ou como fator necessário à realização pessoal. O desejo de vencer é legítimo e benéfico, para formar os indivíduos mais fortes e capazes, porém, variadíssimas vezes, utilizam-se formas de treinar e um acompanhamento parental negativo, tentando a obtenção de resultados rápidos a todo custo, prejudicial à evolução do atleta e, muitas das vezes, com repercussões negativas na sua formação global. O Vilaverdense Futebol Clube tem sido um exemplo na sua formação, pelo crescimento sustentado, equilibrado, mas com ambição de evoluir e ser mais vigoroso a cada dia que passa. O processo de certificação junto da Federação Portuguesa de Futebol, foi revisto em alta e nada melhor que a atribuição de quatro estrelas para fundamentar o que aqui acabo de expressar. Sabemos que a nossa tarefa é difícil, mas temos uma certeza, que todos os dias iremos tentar tornar possível… Saudações desportivas O Diretor da Entidade Formadora Zé Pedro
Um website emjogo.pt